Reiki

“O Reiki é a arte secreta de convidar a felicidade” – Mikao Usui

O Reiki é um método japonês de cura natural, desenvolvido por Mikao Usui em 1922. Enquanto terapia complementar visa equilibrar o organismo nas suas vertentes: física, emocional, mental e espiritual. Atua na pessoa como um todo (terapia holística), que somos, incidindo nas causas dos desequilíbrios e não somente nos seus sintomas. De acordo com a GALE ENCYCLOPEDIA OF ALTERNATIVE MEDICINE, o Reiki tem como princípio repor o equilíbrio, removendo excessos e preenchendo as partes que apresentam deficiências.

A terapia Reiki é complementar e integrativa. Não exclui a medicina convencional, pelo contrário, o Reiki integra as várias disciplinas do saber sejam os cuidados de saúde convencionais (fisiatria, ortopedia, oncologia, pediatria, psicologia,…) ou outras terapias complementares (acupunctura, homeopatia, naturopatia, medicina ayurvédica, nutricionismo,…). É também uma terapia profilática, de ação preventiva.

A terapia complementar Reiki não é invasiva. Funciona através da colocação das mãos do terapeuta sobre a pessoa a ser tratada, com ou sem toque físico – mediante a pessoa e situação.

O Reiki devolve-nos o equilíbrio, serenidade e paz interior remetendo-nos para o momento presente e ampliando a nossa consciência. Estar conscientemente presente é o que nos permite viver cada momento em paz e alegria, e é disto que é feita a felicidade.

Diana Feliz (118 Posts)

Diana Feliz, Terapeuta e Mestre de Reiki e Karuna. Professora de Yoga na Associação de Yoga Integral de Portugal. Fundadora do projeto SERFeliz, um projeto que nasce do coração. É lá que encontramos a nossa felicidade. Tem como pilares principais as técnicas e ensinamentos de dois métodos complementares: o Reiki e o Yoga, para inspirar pessoas a viver vidas mais felizes.


One thought on “Reiki

  1. Belmira Candeias

    Estou a adorar as suas palavras…

    Diana fiz o nivel 1 do Reiki mas ando muito perdida
    o que sei aprendi com os livros do João Magalhães.

    Moro em Alverca tal como a Diana segundo me disse o João…

    Belmira Candeias Silva

    Grata

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *